sábado, setembro 17, 2011

APÓS 101 ANOS, VÍTIMA DO TITANIC GANHA LÁPIDE


Um adolescente que teria sido a primeira vítima do RMS Titanic, durante a sua construção em 1910, recebeu uma lápide em seu túmulo.

No dia 20 de abril de 1910, aos 15 anos, Samuel Scott, fraturou o crânio, enquanto trabalhava na construção do navio, no estaleiro da Harland & Wolff. Seu enterro ocorreu em um túmulo simples no Belfast City Cemetery.

No dia 29 de julho de 2011, uma lápide com o seu nome foi colocada junto ao túmulo, como parte do “Feile an Phobail Festival”.

Dentre as várias personalidades importantes no Festival, estava presente o escritor Nicola Pierce, que recentemente escreveu um livro contando a vida de Samuel Scott, trazendo assim a história da vítima esquecida.

O Livro Spirit of the Titanic aborda a história trágica do personagem principal. A temática do livro é o fantasma de Samuel que após a construção do navio passa a assombrá-lo.

“As crianças realmente parecem gostar deste tipo de narração. Samuel tem uma missão especial. Ninguém sabe que ele está lá, é como um fantasma, ele se sente muito ligado ao Titanic”, disse o autor Nicola Pierce.

Margaret Scott Donnelly (sobrinha de Samuel) e John Andrews (sobrinho de Thomas Andrews) também participaram do evento.


Fonte: Belfast Telegraph

2 comentários:

Lucas Rubio disse...

Como todas as outras vítimas, este rapaz merece ser lembrado e honrado. É muito importante que, mesmo 101 anos depois, o valor do ser humano que ajudou na construção do navio seja respeitado.

Rafael Rosa disse...

Boto fé