sábado, agosto 18, 2007

ALGUNS RELATOS - PARTE 5


Do relato de Lady Duff Gordon, na cabine A20 que desperta assustada:

(...) Fazia uma hora que eu deitara, as luzes estavam apagadas e então fui acordada por um barulho terrível, algo que jamais ouvira antes. Era como se a mão de um gigante estivesse a rolar bolas de boliche. E então o navio parou.




Do testemunho juramentado do negociante francês de algodão, Alfred Omont, 29 anos, passageiro da Primeira Classe, prestado ao vice-cônsul britânico no Havre:

(...) Fomos jogar bridge no café Parisiense. Jogamos até 23h 40min, quando sentimos um choque. Já cruzei o Atlântico 13 vezes e posso garantir que não foi muito forte, cheguei apensar que provinha do impacto de uma onda. Passados uns minutos, pedi ao garçom que abrisse a vigia. Não vimos coisa alguma. No momento do choque tínhamos visto pela vigia algo que era branco. Agora, só víamos a noite. Pouco depois, deixamos o café. (...) Todos diziam que não estava acontecendo nada.

Depoimento de Alfred Omont na integra
http://titanicmomentos.blogspot.com/2006/04/depoimento-juramentado-de-alfred.html

4 comentários:

jonatas disse...

Como sempre, o Capitão com notícias fresquinhas lá do fundo do oceano.
Hehehehehe. xDDD

Mas tá legal.
O blog também.
=D


Abraços
Bom final de semana!!

rafael disse...

continua xocante os relatos

:(

vlw capitao

=)

abçsss

fernando disse...

fotinha massa

parabens capitao

;]

abçssss

Mario disse...

ta ai um passageiro que eu nunca me dei a oportunidade de estudar um pouco mais mas um dia vou faze-lo...