sábado, janeiro 21, 2006

O REENCONTRO

Várias tentativas de resgatar, ou de pelo menos encontrar os restos do precioso navio foram feitas. A primeira delas ocorreu em 1953. Uma empresa de salvatagem de Southampton, Inglaterra, a Risdon Beasley Ltd, tentou encontrar o Titanic utilizando explosivos, lançados do navio chamado Help. Não houve sucesso. Entre 1968 e 78, outros exploradores tentaram, mas sem sucesso.
Em 1977 um grupo da Alemanha chamando Titanic-Tresor utilizou um sistema de sonar para vasculhar o fundo do mar no local provável do naufrágio, mas nada encontrou.
As empresas Walt Disney, em colaboração com a National Geografic Society, pretendiam fazer um filme em 1978, mas este projeto teve de esperar por mais algum tempo.
Em 1979, um grupo britânico, o Seawise & Titanic Savage, foi formado com a participação de vários exploradores experientes, financiados pela revista Now. As pesquisas tiveram como base as coordenadas passadas pelo capitão.
Iniciou-se uma serie de tentativas, mas todas falharam, até a suspensão do projeto no verão de 1980.
Um novo grupo foi formado por integrantes da Universidade de Columbia, em 1980, financiado pelo magnata do petróleo Jack Griman. Este já havia financiado expedições como à procura do Yeti e do Monstro de Loch Ness. A bordo do navio de pesquisas H. F. Fay, começaram as pesquisas com um sonar bastante potente, que chegou a fazer alguns desenhos do solo submarino. Em 1981 o grupo passou a utilizar também um minissubmarino Seacoper, mas a falta de resultados positivos levou à dissolução do grupo.
Finalmente, em 1985, uma associação do lnstitute Français de Recherche pour L'Exploitation des Mer e o Woods Hole Oceanographic lnstitution prepararam uma expedição que, pelo lado francês, era chefiada pelo Dr. Jean Jarry e, pelo lado americano, por Robert Ballard.
A pesquisa iniciou-se oficialmente em 9 de julho de 1984. Foi utilizado o robô submarino conhecido como Argo-Jason. O desenvolvimento desse equipamento custou cerca de 2,8 milhões de dólares.
Finalmente, a bordo do navio de pesquisas KNORR, BaIlard conseguiu os primeiros sinais do Titanic em 1º de setembro de 1985. Mas somente em 5 de novembro de 1985, a descoberta do precioso achado foi declarada, só que ainda mantiveram-se ocultas as coordenadas exatas do local para evitar alguma tentativa de pilhagem ou depredação.

2 comentários:

marlon disse...

nossa eu nao saabia disso nao q ja havia tido mais tentativas, e coeçaram cedo né, se tivesse achado o navio 8 dias depois seria na data do meu aniversario hehehe, ainda bem q vc voltou a tona né ja tava com saudade xau!!!

lorenna disse...

Muitas tentativas...
Só muito sanos depois encontraram o que sobrou do magnífico navio...
Excelente post...
Beijos
Eu li que daqui 50 anos o Titanic não vai mais existir...
Até excursões são feitas até os destroços...