sábado, abril 15, 2006

15 DE ABRIL DE 1912

00:00 - O Capitão chega à ponte onde recebe o relatório do acontecido. É ordenada parada total dos motores. A sala dos correios, 24 pés acima da quilha esta sendo alagada. As caldeiras são fechadas e o excesso de vapor escapa por válvulas de segurança no topo das chaminés.
-
00:05 - O Capitão chama Andrews e ambos descem os conveses inferiores para verificar os danos. Não demora para Andrews perceber que a grande extensão dos danos condenou seu navio à morte e que logo este estaria sob as águas. Andrews calcula que restam apenas uma a uma hora e meia antes do fim. Este cálculo se baseia no fato de que com 5 compartimentos alagados, logo a água começará a transbordar por cima das anteparas alagando os compartimentos seguintes. É ordenado à engenharia "devagar à ré" com os motores. A quadra de squash, 9,7 metros acima da quilha começa a alagar. O capitão ordena ao oficial chefe Wilde que os botes salva vidas sejam descobertos e preparados.
-
00:15 - O Capitão Smith ordena a Phillips que inicie o envio de pedidos de socorro. Este o faz inicialmente com o sinal padrão de socorro da época, CQD, seguido pelo código do Titanic, MGY, e pela localização estimada do navio, 41º 46'N e 50º 14'W. Os botes salva-vidas começam a ser preparados, e os passageiros são ordenados a irem para os conveses externos com coletes salva-vidas. A banda começa a tocar musicas alegres de ragtime na sala de estar da primeira classe do convés A, se dirigindo posteriormente ao convés de barcos, próximo à entrada de bombordo da grande escadaria.
-
00:18 - O vapor alemão Frankfort é o primeiro navio a responder aos pedidos de socorro, seguido pelo canadense Mt Temple, pelo Virginian e pelo russo Burma.
-
00:20 - São dadas ordens para os passageiros começarem a entrar nos botes salva-vidas.
O Titanic começa a apresentar uma inclinação e sua proa inicia seu mergulho na água gelada.
-
00:25 - O S.S. Carpathia, que se dirigia de Nova Iorque a Liverpool, é finalmente contactado a 94 km de distância. Arthur H. Rostron, capitão do Carpathia, imediatamente altera seu curso e ruma a máxima velocidade para o Titanic. Sua velocidade máxima de 17,5 nós permite que ele chegue ao local apenas 4 horas após receber o pedido de socorro. Os botes salva-vidas começam a ser baixados sob grande desorganização devido ao alto ruído do vapor das caldeiras sendo liberado. Lightoller, segue fielmente as ordens de embarcar apenas mulheres e crianças, enquanto que Murdoch permite que, após todas a mulheres e crianças sozinhas terem embarcado, casais embarquem seguidos por homens solteiros.
-
00:34 - O Frankfort avisa que está a 241 km de distância. O Olympic, irmão gêmeo do Titanic é contactado a 805 km de distância.
-
00:45 - Bride sugere a Phillips que este mude para o novo sinal de socorro, S.O.S., sendo esta a segunda vez que este sinal foi utilizado. Na ponte, a visão de luzes de outro navio no horizonte faz com que o quarto oficial Joseph G. Boxhall, inicie o lançamento de foguetes de sinalização na esperança que algum o navio próximo os veja. Os foguetes continuam a ser lançados até 1:45 num total de oito. A luz de sinalização do Titanic também é acionada. O navio visto chega a se aproximar do Titanic o suficiente para que suas luzes de navegação sejam vistas. Em seguida ele muda de curso e se afasta. O primeiro bote salva-vidas (nº 7, estibordo) é descido com apenas 27 pessoas. A falta de treinamento e conhecimento da tripulação faz com que estes temam que, se os botes forem descidos cheios, eles possam virar. O bote nº 4, bombordo, começa a ser carregado.
-
00:55 - O bote nº 6, bombordo é descido com 28 pessoas a bordo, incluindo Molly Brown e o Major Peuchen. O bote nº5, estibordo, é descido com apenas 41 pessoas. O quinto oficial Lowe ordena que J. B. Ismay se afaste pois este esta atrapalhando seu trabalho.
-
01:00 - O bote salva-vidas nº 3, estibordo, desce com 32 pessoas, sendo 11 tripulantes. Este foi o 4º bote a ser descido.
-
01:10 - O bote de emergência nº 1, estibordo, desce com somente 12 pessoas incluindo Sir Cosmo e Lady Duff Gordon e 7 tripulantes. Este foi o 5º bote a ser descido. O bote nº8 de bombordo é descido com 39 pessoas.
-
01:15 - A inclinação do convés fica maior. São dadas ordens para que os botes salva-vidas sejam descidos mais cheios. Thomas Andrews exerce importante papel ajudando a descer os botes e fazendo com que eles sejam devidamente cheios. A água já atinge o nome do Titanic pintado na proa. O Titanic começa a de inclinar para bombordo.
-
01:20 - O bote nº 10 desce com 47 pessoas. Uma forte inclinação para estibordo é notada.
-
01:25 - O bote nº 16 de bombordo é descido com 42 pessoas. Desce o bote nº 14 com 60 pessoas a bordo, incluindo o quinto oficial Lowe, o qual é forçado a disparar três tiros para o ar a fim de evitar que outros passageiros pulem no bote já cheio.
-
01:30 - O pânico começa a se formar entre o passageiros ainda a bordo. Os pedidos de socorro começam a indicar sinais de desespero como “estamos afundando rápido" e "mulheres e crianças nos botes. Não podemos durar muito mais". Ben Guggenheim e seu criado colocam suas roupas de noite sob o argumento de que "Nós nos vestimos com nossa melhor roupa e estamos preparados para afundar como cavalheiros". Descem os botes nº 9 e 12.
-
01:35 - Desce o bote nº 11.
-
01:40 - A maioria dos botes à vante já foram descidos, os passageiros buscam os botes à ré. O bote desmontável C desce com 32 pessoas, incluindo J. Bruce Ismay, sendo este o último bote de estibordo a ser descido. O bote de estibordo nº 13 desce com 54 pessoas, principalmente da segunda e terceira classe. Logo após é descido o nº 15 com 57 pessoas. Este bote quase colide com o nº 13 que estava diretamente abaixo. É lançado o ultimo foguete sem que se consiga contato com o navio visto.
-
01:45 - O bote de emergência nº 2 desce com 20 pessoas. Este foi o 15º bote a ser descido. As ultimas palavras ouvidas do Titanic pelo Carpathia "sala de maquinas e caldeiras alagadas".
-
01:50 - O bote salva-vidas nº 4 desce com 34 pessoas. Este foi o 16º bote a ser descido. J.J. Astor é proibido de entrar junto com sua esposa.
-
02:00 - A água já está a 3 metros abaixo do convés A. O chefe da banda, Wallace Henry Hartley, começa a tocar “Mais perto de Ti Senhor", o qual ele dizia que seria o hino de seu funeral. Para manter o controle durante o lançamento do desmontável D, Lightoller agita sua pistola no ar (possivelmente atira) e os membros da tripulação formam um circulo ao seu redor para garantir que somente mulheres e crianças entrem neste bote.
-
02:05 - Desce o desmontável D com 44 pessoas, o último bote salva-vidas a ser descido. A inclinação do navio fica maior e a água já atinge o convés A. Aproximadamente 1.500 pessoas ainda estão a bordo. O castelo de proa esta totalmente submerso e a inclinação dos conveses fica maior. O Capitão Smith libera Phillips e Bride de suas funções dizendo que "Homens, vocês fizeram tudo que podiam. Vocês não podem fazer mais nada. Abandonem sua cabine. Agora é cada homem por si mesmo.". Phillips continua a enviar pedidos de socorro por mais alguns minutos. Ao caminhar para a ponte, ele repete para vários tripulante que "é cada homem por si mesmo". Possivelmente seus últimos pensamentos forma sobre sua Eleanor e sua filha Helen. A banda toca "Outono".
-
02:10 - Phillips envia o último pedido de socorro. Thomas Andrews é visto sozinho na sala de fumantes da primeira classe olhando o vazio.
-
02:15 - A ponte mergulha na água que começa a tomar o convés de botes. O movimento para frente do Titanic gera ondas que varrem o convés. Uma delas joga Murdoch dentro da água onde ele vem a morrer afogado ou esmagado pelo chaminé 1 que cai logo em seguida. (esta versão difere do suicídio)
-
02:17 - A popa está completamente fora d'água, e a forte inclinação faz com que o primeiro chaminé caia para frente, matando muitas pessoas que se encontravam na água. O bote desmontável B é carregado para fora pela água. A proa mergulha em direção ao fundo enquanto centenas de passageiros da 2ª e 3ª classe ouvem o padre Thomas Byles reunidos no final do convés de botes. Muitos passageiros e tripulantes pulam para fora do Titanic. O desmontável A flutua livre para fora com o fundo virado para cima e perigosamente sobre lotado. Lowe no bote 14 os resgata antes do amanhecer, embora possivelmente metade das pessoas a bordo tenha morrido durante a noite e caído na água. A banda para de tocar
-
02:18 - As luzes piscam e se apagam definitivamente. Um grande barulho é ouvido enquanto os objetos soltos do interior do navio caem em direção à proa. A grande tensão no casco quebra o Titanic em dois. A popa retorna a sua posição horizontal e , puxada pela proa, sobe rapidamente no ar até ficar completamente perpendicular.
-
02:20 - A inclinação da popa diminui conforme o Titanic desaparece sob as águas do Atlântico Norte. Muitas pessoas ainda se mantém vivas boiando na superfície, seus gritos de angustia diminuindo lentamente até se transformarem em um longo e contínuo canto de lamentação. Misericordiosamente em pouco menos de 10 minutos a morte por congelamento os atinge, poupando-os do afogamento. Após unir os botes 4,10, 11 e o desmontável C e passar os sobreviventes do bote 14 para estes outros, o quinto oficial Harold Lowe retorna para procurar por sobreviventes. Mas chega tarde e somente três pessoas são encontradas ainda vivas, Jack Stewart, camareiro, William F. Hoyt, da primeira classe e um homem japonês da terceira classe. William F. Hoyt viria a falecer em seguida. Mais tarde o bote nº 12 é sobrecarregado com 70 pessoas provenientes de outros botes.
-
03:30 - Os foguetes de sinalização do Carpathia são vistos pelos botes salva-vidas.
-
04:10 - O primeiro salva-vidas, o nº 2, chega ao Carpathia. Gelo e destroços se misturam na água no local do naufrágio.
-
05:30 - Após ser avisado pelo Frankfurt do desastre, o Californian se dirige para o local onde chegará três horas após.
-
05:30 - 06:30 - Os sobreviventes do desmontável A são resgatados pelo bote 14, e os do desmontável B pelos botes 4 e 12.
-
08:30 - O último bote salva-vidas (nº 12) é pego. Lightoller é o último sobrevivente a entrar no Carpathia. O Californian chega próximo ao Carpathia, e se dirige para o local do naufrágio para procurar por mais sobreviventes, mas não há mais ninguém a ser salvo.
-
08:50 - O Carpathia parte para Nova Iorque com 705 sobreviventes. é estimado que 1523 pessoas perderam a vida na tragédia. Pelo telegrafo do Carpathia, J. B. Ismay envia a seguinte mensagem para os escritórios da White Star em Nova Iorque: "Com profundo pesar aviso-os que o Titanic afundou esta manhã após colidir com iceberg, resultando em séria perda de vidas. Mais detalhes depois."

6 comentários:

lorenna disse...

MUITO TRISTE O POST...
COMO SERÁ QUE FOI TUDO ISSO?!
ESTA SEMANA ESTOU MAIS SENSÍVEL EM RELAÇÃO AO TITANIC...
BEIJINHOS
FELIZ PÁSCOA PRA VC E TODA SUA FAMÍLIA...

Flavia Nogueira disse...

muito triste esse dia. ja imaginou vc sozinho em pleno oceano sem ajuda. nossa senhora deve ter sido um horror.
lindo post como sempre.
bjs

Gisele disse...

Acabei de ler e estou toda arrepiada. Só consigo pensar no sofrimento daquelas pessoas caídas no mar gelado e escuro e sem alguém por perto para ajudá-las. E o pessoal nos botes,sem poder fazer nada para ajudar.
bjs

Anônimo disse...

muito massa essa sequencia kara
seu blog é 1000
t+

vitor disse...

ée bem tristee e mt interessante,
e olhem que eu nem gosto de ler,mas essa historia me emocionou mt mesmo.
Fiquei imaginando as pessoas naquele
momento tao tragico !

mas mt legal esse post !

Anônimo disse...

Nossa, é muito triste esse post mesmo.. eu gostei. eu vi o filme TITANIC e também é emocionante, né?! EU DOU OS MEUS PARABÉNS PARA O DONO (OU A DONA) DESSE BLOG!! muito bom..