quarta-feira, junho 07, 2006

CARVÃO – COMBUSTÍVEL VITAL

Na corrida entre os novos senhores do oceano, o consumo de combustível era um fator importante. Na realidade, a conquista da “Faixa Azul” não era apenas fruto da engenhosidade dos projetistas e dos diretores, que trabalhavam em seus confortáveis escritórios, mas se devia também ao suor e ao sangue dos foguistas, que alimentavam sem parar os fornos em chamas das caldeiras, carregando com suas pás toneladas de carvão.
-
Assim, para conseguir a velocidade recorde e explorar ao máximo toda a potência de 28.000 cavalos de seu motor, os foguistas do Kaiser Wilhelm der Grosse (post do dia 07/05/2006) precisavam alimentar seus fornos a ritmo de cerca de 520 toneladas de carvão por dia. Um esforço de tal magnitude fazia com que nem todas as companhias de navegação pudessem participar dessa corrida pela conquista da “Faixa Azul”, e a mesma White Star Line preferia mais destacar-se no luxo, no conforto e no refinamento do serviço e da decoração que a buscar o recorde.
-
Esse ponto de vista acaba sendo evidente quando se faz a comparação com os navios da concorrência. Com velocidade de cruzeiro de pouco mais de 21 nós, o Titanic tinha um consumo diário de carvão de 650 toneladas, contra as 850 toneladas necessárias para o Mauretania que, entretanto, ultrapassava a velocidade de 24 nós. Isso significa que a White Star prestava serviço na linha Southampton - Nova York poupando 24% de energia em relação à sua concorrente direta, a Cunard Line. O Titanic era vantajoso. Em uma análise superficial, as 520 toneladas de carvão consumidas diariamente pelo Kaiser Wilhelm der Grosse podiam parecer inferiores às de que precisava o novo gigante da White Star Line, e assim era em termos absolutos.
-
No entanto, quando se considera o enorme volume dos dois navios, era evidente que as mesmas toneladas de carvão conseguiam dar propulsão no oceano às 46,32 toneladas de arqueio bruto do Titanic, contra as 14,34 de seu concorrente alemão.
-
CARGA COMPARADA DOS NAVIOS
Kaiser Wilhelm der Grosse
Arqueio bruto em Toneladas: 14.349
Consumo diário de carvão em Toneladas: 520
Relação entre consumo diário de carvão e arqueio: 0,036
-
Mauretania
Arqueio bruto em Toneladas: 31.938
Consumo diário de carvão em Toneladas: 850
Relação entre consumo diário de carvão e arqueio: 0,026
-
Titanic
Arqueio bruto em Toneladas: 46.328
Consumo diário de carvão em Toneladas: 650
Relação entre consumo diário de carvão e arqueio: 0,014
-
Em outras palavras, diante de um consumo de carvão 25% superior ao do Titanic, era necessário levar em conta que o Kaiser Wilhelm der Grosse era três vezes menor que a nova criação dos estaleiros Harland & Wolff.

4 comentários:

flavia disse...

legal a historia do carvao
bem q naum precisa + disso
prabens e bjx.

marlon disse...

oba mais informaçoes p meu cerebro sobre o titanic hehehhe, ate a historia do carvao vc acha né, vbc deveria ser detetive!!! hehehe

Felipe disse...

Não sei se vc vai consegui ler isso ............ eu comento aqui so que n grava!!!!! .......... vc sumiu do msn ........... ta vivo ainda?!?!?!? .......... hehehe ....... abração

lorenna disse...

OI MEU BOM AMIGO ALENCAR...
OBRIGADA PELA MENSAGEM...
PARABÉNS PELAS BRILHANTES INFORMAÇÕES...
NINGUÉM DAVA MUITO VALOR A ELES NAQUELA ÉPOCA; E SEM ELES NÃO SERIA POSSÍVEL NAVEGAR...
FORAM OS PRIMEIROS A MORRER...
BEIJINHOS
BOM FIM DE SEMANA!!!
FELIZ DIA DOS NAMORADOS...