domingo, junho 04, 2006

UM NAVIO NO CAMINHO DO TITANIC

Pela fotografia acima é permitido observar, de um bom ângulo, o quão próximos estiveram os cascos do Titanic e do New York. Sem a intervenção do capitão do pequeno rebocador Vulcan, que lançou um cabo para frear o deslocamento do New York, é provável que a história do Titanic tivesse sido diferente. Os dois barcos deslizaram perigosamente um em direção ao outro, sem se tocarem.
- -
Os esquemas acima reproduzidos reconstroem as fases mais marcantes do incidente, segundo as explicações de testemunhas presentes. O Titanic avança junto ao cais. Observe a posição dos barcos protagonistas e a estreiteza do canal. A passagem do grande transatlântico pelo apertado canal faz com que o New York se solte das amarras e comece a aproximar-se do Titanic. A providencial intervenção do Vulcan impede que o New York se choque com o Titanic. Dando marcha-ré, o Titanic abre espaço para que o New York realize a virada, evitando assim a colisão. Uma vez que os rebocadores tenham arrastado o New York para uma nova amarra, o Titanic pode partir.

5 comentários:

flavia disse...

bom diaaaaaaaaaaaaaa lindinhuuuuu
d+++ a sequencia do possivel acidente.
como sempre otimo post.
hj vou visitar uns parentes
afff ninguem merece, hehehehehe
bjx e um bom dominguuuuuu

Daniel Dias disse...

a cada dia descobrimos coisas novas nesse blog. Valeu amigo e parabens!!!!!!!

Daniel Dias disse...

O seu blog merece um premio por tanta informação que vc coloca aqui! Parabens amigão e um otimo domingo. (esse agoa ficou melhor, rsrsrs)
:)

Mario disse...

excelente teria sido optimo se tivesse batido. nao teria morrido tanta gente.

marlon disse...

rsssrsr, nunca tinha visto uma explicaçao visual tao boadesse acontecimento hehehe, v acha cada coisa né? legal mesmo, vai la no meu ja esta podendo comentar!!!