sábado, junho 10, 2006

INCÊNDIO A BORDO

A viagem inaugural do transatlântico Titanic que devia chamar a atenção do mundo coincidiu com uma situação de grave conflito social na Grã-Bretanha. Desde inícios de março, mais de um milhão de trabalhadores tinha sido despedido das minas de carvão britânicas, trazendo como conseqüência a perda de postos de trabalho em outros setores que dependiam do combustível. As associações sindicais haviam convocado uma grande greve e já haviam ocorrido incidentes entre as forças policiais e os mineiros de Lancashire. Conhecendo a situação, antes da viagem de volta de Nova York, o Olympic se abastecera de combustível ali, em 23 de março, carregando o máximo de carvão que pôde.
-
Um salão foi improvisado como depósito, onde se amontoaram sacos e sacos de carvão fóssil de reserva. O capitão realizou a travessia em velocidade moderada, para economizar consumo e levar para casa todo o carvão necessário para que o navio gêmeo não adiasse a tão divulgada viagem inaugural.
-
Em 3 de abril pela manhã, o Olympic realizou outra viagem para a América, enquanto na tarde anterior, por volta das 8 horas, o Titanic havia zarpado de Belfast após ter realizado antecipadamente os testes de máquinas no mar. Depois de atravessar o mar da Irlanda com a ajuda de cinco rebocadores, o grandioso transatlântico lançou as amarras no embarcadouro número 44, que tinha cerca de 500 m de comprimento.
-
Os mineiros continuavam em greve e alguns navios se viram obrigados a cancelar viagens por falta de combustível. Apesar de ter capacidade total de 7.812 toneladas de carvão com suas onze carvoeiras, o navio havia carregado apenas 1.910 que, com um consumo diário de 650 toneladas, eram suficientes para apenas três dias de navegação. A intenção era carregar em Southampton mais 5.000 toneladas de combustível.
-
Enquanto a greve de março de 1912 projetava uma sombra obscura sobre a primeira travessia do Titanic, este chegava à noite em Southampton com um incêndio a bordo. Fora detectado no depósito número 10, talvez por combustão espontânea, devido ao fato de o mineral que estava na base do depósito estar seco demais. As onze carvoeiras (cinco duplas e uma simples) se situavam no centro do Titanic, entre a terceira e a primeira chaminé, e abasteciam de combustível as seis salas das caldeiras. Elas estavam lado a lado separadas por um compartimento estanque que chegava ao convés "F", exceto a última, a 11, que era a simples. Atrás do compartimento do depósito número 11, abriam-se os dois depósitos que ficavam sobrepostos. Acima, estava o da entrega de correios e, abaixo, o dos envios, enquanto em cima da mesma carvoeira se encontravam as dependências da terceira classe. O depósito número 10, considerando que a carga tivesse sido distribuída de maneira uniforme entre todas as carvoeiras, tinha provavelmente 172 toneladas de carvão e, quanto ao incêndio, fora declarado no lado do estibordo.
-
FOTO: Na parte destacada, a posição do depósito número 10, onde foi detectado incêndio, situada exatamente embaixo da primeira chaminé do Titanic.

9 comentários:

flavia disse...

D++++ o post como sempre.
sria melhor se naum tivesse carvao, assim naum haveria viajem.
bom fds. t+. bjx.

Felipe disse...

Hehehe ........ caraaaaaaaa ........... naquele doc "Titanic - A Lenda" tinha comentado sobre isso .......... é, esses "mistérios de titanic" ........ temos que estudar cada vez mais, assim cada vez mais descobrimos coisas novas .......... Abração

Diego disse...

Olá!

Antes nao tivesse carvao, a viagem atrasaria, logo nao ocorreria a tragedia... hauahuahuahua

mas essa greve deveria ter sido mais forte...

o post eh optimo... eu nao havia escutado falar sobre isso... interessante

ate mais txau!

Mario disse...

Esse é um dos piores pesadelos para um comandante, um incendio a bordo!

lorenna disse...

OI Alencar...
Acabei de visitar meu e-mail...
O flogão não está aceitando comentários de quem mão tem flog...
AHhhhhhh!!!Meu flog não será o mesmo sem seus comentários...
Muito chato...
Mas sempre que eu estiver na net, vou passar por aqui...
Comprei uma revista "OS GRANDES NAUFRAGIOS DA HISTORIA", muito boa revista, tem todos esses desastres que vc descreveu...
Continua com os e-mails...
Por favor...
BEijos
Obrigada pela atenção...
Boa semana!

Felipe disse...

Bom, ja ta na hora de atualizar isso ae ............ ja fazem quase 5 dias!!!! ............. hehehe ............. vlw pelo negocio ........ brigadao msm ............ abraços

Felipe disse...

Eh, eu n comentei as 03:03, agora sao 23:04 ......... hehehe ........ o loco!

Felipe disse...

é pq ta no hrario de Portugal e Portugal lembra ............ Mário!!!!!! ......... hehehehe

Fernando disse...

isso é novo pra mim
demais
vlw capitão