terça-feira, agosto 22, 2006

ANDREWS: CONTROLADOR A BORDO

O camarote A36 do convés “A” fora arrumado às pressas para ser ocupado por Thomas Andrews, conhecido diretor da Harland & Wolff e responsável pelos projetos encomendados pela White Star Line. Andrews representava Lord Pirrie, presidente dos estaleiros de Belfast que, por motivos de saúde, não pudera participar da viagem inaugural. Apesar de ser sobrinho de Lord Pirrie, Thomas Andrews devia o sucesso de sua carreira a sua dedicação ao trabalho. Aos 16 anos, depois de interromper seus estudos, Andrews ingressara como aprendiz no estaleiro naval de Queen's Island, de Harland & Wolff. A partir de então, e durante cinco anos, sua jornada de trabalho começava às 6horas em ponto; à noite, ele freqüentava cursos obrigatórios aos aprendizes e, sem um dia sequer de descanso, aperfeiçoava sua formação técnica. Assim, após contínuos esforços, Thomas Andrews tivera a oportunidade de mostrar a seu tio e a todos da empresa toda a teoria e prática que havia aprendido. Devido a suas extraordinárias qualidades, seus superiores lhe confiaram, progressivamente, tarefas cada vez mais importantes e responsabilidades maiores. Aos 32 anos de idade, Andrews se tornara chefe do departamento de projetos e, dois anos mais tarde, diretor-geral da empresa. Durante oito anos ele se dedicou diariamente a qualquer assunto que se referisse ao Titanic. Ele, o homem que projetara navio e o responsável por cada detalhe, acompanhara os trabalhos de construção desde o começo até o final; portanto, sentia-se profundamente responsável por qualquer lapso, falha ou desorganização. Andrews não dispunha de tempo para diversões a bordo do Titanic. Certamente, tratava-se do homem mais ocupado, sempre atento ao menor detalhe, mesmo de pouca importância. Para ele, os problemas não tinham fim. Seu trabalho não se limitava a pequenos consertos, mas envolvia também o dever de evitar problemas relativos à administração do pessoal de bordo, transmitindo calma e tranqüilidade aos funcionários. Andrews era amável com todos e estava sempre disposto a esclarecer dúvidas relativas à estrutura e a detalhes que, por terem sido idealizados por ele mesmo, eram-lhe bastante familiares. Ele não parecia pertencer àquele mundo aristocrático de pessoas da primeira classe.
-
Post dedicado ao meu "Amigo Titânico" Felipe.
Felipe, sucesso na criação do seu livro.

7 comentários:

marlon disse...

nossa naum sabia tudo isso do thomas, cada vez q vejo algo sobre ele vejo q ele se parece mais ainda comigo, heheh, olha so p min me achando, ..... imagino so o choque q ele teve ao saber q o navio iria afundar, da ate vontade de chorar, foi como minha maquete de 5 meses q foi quebrada em milesimos de segundos, a historia do thomas termninou de uma maneira muito tragica, mas agradeço a ele por nos conceder toda essa maravilhosa historia q foi o titanic!!!

Sputnyck disse...

Taí, concordo com o Marlon, graças a ele e a desgraça sofrida a ele e ao fabuloso navio dele, estamos aki hj..
Thomas Andrews, é um de nossos ídolos. Que Deus o tenha..

Mario disse...

uns dizem que ele nao deveria ter morrido, contudo aquele era o seu navio, ele achou por certo ir com ele para o fundo...

flavinha disse...

oiiiiiiii, blz?
nossa d++++ a historia do andrews, verdade q ele tinha uma filha?
se vc souber de alguma koisa dela, me passa no orkut. por falar em orkut, amei as novas fotinhas, tah gatinhu d+++++
te adolo bjs...

jesse henrique disse...

eu nao sabia q thomas andrews tinha interrompido os estudos ,achei q ele era engenheiro
hehe
to muito triste hj
descobri q plutao nao eh mais considerado planeta
dizem q ele ta fora das medidas pra ser considerado planeta
eu fico indignado com isso, pq eu aprendi q ele eh um planeta ,me ensinaram isso...
ele tava todo animado ,foi se aproximando ae o todo poderoso (sol) falou assim: "ô plutao,chega junto ae , vem fazer parte dessa via lactea com a gente ,ae ele ficou todo animado,circulando em volta do sol fazendo seu papel de planeta ,se esforçando pra ser um planeta competente...
dae vem um filha da puta aki da terra ( q na minha opniao eh um pessimo exemplo de planeta)e fala: ow baixinhu fica na tua ae , q vc nem eh considerado planeta ...
muito triste isso
eh uma falta de respeito aos planetas baixinhos da via lactea...

Felipe disse...

Aleeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeee ............................. vlw pela dedicaçãooooooo ......... hehehe ....... nem fala, vo ter que começar tudo de novo, perdi tudo, as traduções, etc ........... esse seu post taa excelente, concordo com o Mário, ele morrendo no navio fez com que sua dignidade fosse mantida e até aumentada, se ele tivesse escapado, aconteceria o msm que aconteceu a Ismay ...... mas uma vez vlw Ale ......... abraçossssssssss

Aislan disse...

Alencar meus parachoques pelo seu blog... é perfeito, muito diferente de tudo que já li a respeito do Titanic. Quanto ao Andrews, acho que foi a pior perda humana no desastre, pois a foi uma morte que não foi merecida, por todo o esforço que ele dedicou à construção e ao salvamento de alguns sobreviventes ele merecia ser um deles. Pena que ele se sacrificou pelo seu navio.... Isso sim é uma atitude que deveria ser respeitada! =D