segunda-feira, setembro 26, 2005

GRATIFICAÇÃO AOS TRIPULANTES DO CARPATHIA

O Carpathia levou três dias para chegar a Nova York e ancorar no píer 54, da Cunard, na madrugada da quinta-feira, 18 de abril. Toda a imprensa norte-americana aguardava o navio, ávida por detalhes. Até então, pouco se sabia a respeito do naufrágio, pois o capitão Rostron não permitira nenhuma transmissão que extrapolasse os fatos básicos e o nome dos sobreviventes. Ainda a bordo do Carpathia, os sobreviventes do Titanic organizaram um comitê e levantaram um fundo que chegou a quinze mil dólares, distribuídos entre todos os tripulantes do navio.
-
Seis semanas depois, quando o Carpathia retornou a Nova York, o capitão Rostron recebeu uma linda xícara de prata e a tripulação foi agraciada com medalhas comemorativas. A administração da Cunard Line recusou qualquer pagamento pelos serviços prestados pelo navio, embora tenha recompensado os marujos com o equivalente a um mês de salário.

3 comentários:

Venino disse...

olá!!!
BOM DIA!!!!!
Foto maneira, n conhecia.

Jonas disse...

Bom Dia!!!
doido o post.. o flog nem preciso dizer neh?
Boa semana.. hj n fui na aula, huahuahuahuahua

Mário disse...

Acho que o que a Cunard Line fez foi mostrar A WSL que mesmo em concorrência ambas podiam ser aliadas e que em desastres no mar essa luta que havia entre elas era posta de lado.