sábado, fevereiro 11, 2006

ESPECIAL OS ÚLTIMOS MISTÉRIOS - UM CASTELO FLUTUANTE

A TRAGÉDIA DO TITANIC - UM CASTELO FLUTUANTE
-
O majestoso RMS Titanic foi o navio mais luxuoso de seu tempo. As suítes da primeira classe do Deck B, decoradas com mobiliário antigo, era as mais belas de todas. Também havia poltronas de veludo e restaurantes elegantes, para todos os gostos. A sala de ginástica tinha equipamentos ultra-modernos, como um cavalo elétrico que fazia sucesso entre os passageiros.
-
Uma tripulação de 897 pessoas trabalhava no Titanic. Havia cerca de 500 garçons, cozinheiros e artistas para entreter os clientes; a sala das máquinas contava com 320 pessoas, e o deck tinha 65 atendentes. O tamanho da tripulação aumentava a sensação de segurança dos passageiros.
-
A decoração do interior do navio ultrapassava as exigências mais elevadas. Havia salas de estar luxuosamente desenhadas e elegantes cabines privativas, muitas decoradas com móveis antigos. Entre as mais bonitas estavam duas suítes de primeira classe revestidas em madeira no deck B, que tinham até seu próprio tombadilho. Uma das suítes de 15 metros era mobiliada ao estilo holandês. Sem dúvida, a Grande Escadaria - e havia um modelo quase idêntico no navio “irmão” do Titanic, o Olympic, era particularmente impressionante. Havia elevadores entre os andares na primeira e na segunda classe, e um ginásio com modernos equipamentos de ginástica, como bicicletas ergométricas, máquinas de remo, um “cavalo elétrico” e até um “camelo elétrico”.
-
Havia banhos turcos, uma piscina e até uma quadra de squash bem acima da quilha. Além das luxuosas salas de jantar, havia um restaurante à la carte. O Café Parisien funcionava como ponto de encontro para os passageiros mais jovens. A decoração dos bistrôs era mais casual, com móveis em vime. Havia hera de verdade crescendo pelas paredes da varanda do café.
-
A segunda classe era menos espaçosa. Mas assim como as salas de jantar, havia uma sala de estar, uma sala para fumantes e uma biblioteca. Na metade traseira ficava o deck ao ar livre. Já a área reservada aos passageiros da terceira classe tinha apenas uma sala de estar e uma sala para fumantes. A sala de jantar estava localizada no ponto mais baixo do navio, e as áreas ao ar livre eram confinadas a pequenos espaços na proa e na popa do navio.
-
Ainda assim, segundo testemunhas, as cabines da terceira classe eram mais luxuosas do que as de primeira classe dos outros transatlânticos.
-
© Discovery Channel

Um comentário:

lorenna disse...

Oi...Minha imaginação foi longe agora...
Imagina estar lá;no maior transatlântico do mundo...
Emocionante...
Muito 10 o post...
Amei a visita...
um bom fim de semana...
Beijos