quarta-feira, fevereiro 22, 2006

RÁDIO MARCONI

Em 1.896, as "comunicações sem fio" tiveram o seu início. Foi neste ano que MARCONI, pela primeira vez, enviou um "sinal qualquer" a uma distância de 2 milhas. 15 anos depois, no ano de 1.911, os radioamadores já somavam 10.000 no país. No dia 15 de Abril de 1.912, o RMS Titanic bateu num "iceberg" no Atlântico Norte e afundou. Graças às comunicações via rádio e ao primeiro SOS da história, 713 vidas foram salvas. No entanto foi argumentado que o número de sobreviventes poderia ter sido maior, se já estivesse aprovada uma regulamentação nas comunicações sem fios.
-
O primeiro navio a responder ao sinal de perigo foi da German Liner, o "Frankfurt". Enquanto o operador das comunicações do "Frankfurt" informava ao seu capitão, os navios "Carpathia" e "Cape Race" mantinham-se em contato. "Cape Race" mais os navios "Titanic" e "Carpathia" eram equipados com estações e telegrafistas da Marconi, enquanto o "Frankfurt" utilizava os serviços do competidor da Marconi na Alemanha, a Telefunken.
-
As controvérsias nas comunicações continuariam mesmo depois que o "Carpathia" recolheu os sobreviventes. Uma comunicação foi recebida, alegadamente do "Carpathia", a qual dizia: "TODOS OS PASSAGEIROS DO NAVIO "TITANIC" FORAM TRANSFERIDOS COM SEGURANÇA PARA O "S.S.PARISIAN". MAR CALMO. "TITANIC" SENDO REBOCADO PELO NAVIO "VIRGINIAN DA ALLEN LINER, PARA O PORTO". Outras mensagens apareceram, também dizendo que TODOS os passageiros estavam salvos e o navio estava sendo rebocado. Havia só um problema – estas mensagens não estavam vindo do "Carpathia". A razão era simples; as suas comunicações tinham um alcance máximo de 150 milhas. Por outro lado, o operador de comunicações do "Carpathia" fez somente algumas transmissões para o "Olympic" (navio irmão do "Titanic") e outro operador da Marconi", na qual ele telegrafou a lista dos sobreviventes, algumas mensagens de Bruce Ismay - Presidente da White Star Lines e desligou sua estação.
-
No Porto de Nova York, o "Carpathia" foi procurado pelo Senador William A. Smith do Michigan, um sensato Populista e Presidente da comissão de investigação de desastres marítimos. Ele imediatamente intimou todos os envolvidos, incluindo Harold Bride e Harold Cottam, operador das comunicações do "Carpathia". O próprio Marconi que estava nos Estados Unidos, (ele estava planejando regressar à Inglaterra no "Titanic"), foi também intimado a comparecer. O Senador Smith usou as declarações sobre o "Titanic” para condenar uso e abuso do atual estado das comunicações, e apelou para uma regulamentação internacional de rádio. Em 18 de Maio de 1.912, o Senador Smith introduziu um decreto no Senado. Entre as suas provisões:
- Navios transportando 50 passageiros ou mais deveriam ter radio comunicações com um alcance mínimo de 100 milhas;
- Os equipamentos de radio comunicações devem ter uma alimentação auxiliar para poder operar até a sala das comunicações estar debaixo de água ou destruída;
- Dois ou mais operadores dão serviço continuo dia e noite.

2 comentários:

Anônimo disse...

oi, qto tempo né?
gostei muito to txt e da fotinha.
parabens, seu blog continua massa
D++++++++++++

lorenna disse...

Oi...
Nossa!!!!Quanta informação!!!!
Depois do desastre tudo se resolve né?!
Adorei a visita!!!!!
Parabéns!!!!!!!
Você como sempre me informando com fatos que eu desconhecia...
BEIJOS