sábado, fevereiro 20, 2010

TITANIC A LENDA - NARRAÇÃO - PARTE V


Um dos documentários mais famosos sobre o RMS Titanic é com certeza o Titanic – A Lenda (Titanic: Birth of a Legend, produzida pela Discovery Channel em 2005). Portanto colocaremos aqui a narração deste documentário, em homenagem aos meus amigos e oficiais Aislan e Amaury, que são fãs de carteirinha. A narração será dividida em 6 partes. Você também poderá baixar o documentário que já está disponível na comunidade no Orkut. Boa leitura...

NARRADOR: Janeiro de 1912 – Pierre também estava numa rota de colisão, ele iria defender seus interesses a qualquer custo. Iria comandar uma passeata no centro de Belfast. O futuro de Ulster também estava em jogo, mas o Titanic finalmente estava em doca seca. Unionista ou não para alguns trabalhadores o que importava era terminar o navio, para Alfred Cunnincham novos horizontes. Faltava poucas semanas para a viagem inaugural do Titanic, todos pensavem no grupo de segurança. As revistas eram rotineiras mas os Lealistas estavam dispostos a lutar com o que tivessem em mãos. Rebites haviam ajudado a montar o Titanic, também serviam como munição letal. Enquanto Pierre se preparava para a passeata nacionalista, o clima em Belfast era tenso, 10.000 soldados foram convocados. Pela primeira vez Pierre se viu diante a furia dos Unionistas e rebistes não eram as únicas armas, havia revolveres também. Pierre teve sorte de escapar com vida. Ele nunca havia levado a pior em um confronto, mas naquele dia mudou tudo. Lord Pierre fugiu da Irlanda humilhado. O homem que havia concebido o Titanic, nunca mais iria vê-lo.

Março de 1912 – O Titanic havia sido concebido no bairro de Belgravia em Londres, foi lá que Pierre se refugiou. Havia uma doença diferente em Belfast, politicos estavam sendo motivados por raiva e temor, e no estaleiro havia contas a acertar. Em meio as discordias, muitas amizades chegavam ao fim ( isto referindo-se ao religião, catolicos e protestantes ). O Titanic estava pronto para deixar a sua cidade de origem e enfrentar a última etapa: os testes no mar.

Cinco anos de trabalho por um momento único. O vapor das caldeiras movimentou os motores principais a uma pressão de 15 quilos por cm², e com a turbina movimentando a hélice central o navio atingiu a velocidade de cruzeiro. Houve mudanças de última hora, mais cabines de primeira classe e areas privativas, isto tornou o navio quase mil toneladas mais pesado que seu n avio irmão. Com 42 mil toneladas metricas, o Titanic era agora o maior navio do mundo.

Os testes no mar não eram uma mera formalidade. Francis Carruthers da Câmera de Comércio estava na ponte, em 3 anos de construção, ele inspecionou o Titanic quase 2.000 vezes, cabia a ele assinar o Certificado de Segurança. Naquele dia de abril no mar da Irlanda, o Titanic foi submetido ao teste crucial, na velocidade máxima de 40 km por hora, em quanto tempo ele poderia parar?

Enquanto a velocidade diminuía as esperanças dos construtores aumentavam. O navio parou em bem menos do que 1 km, menos de 3 vezes o próprio comprimento. O certificado de transporte de passageiros foi validado por um ano, o Titanic estava livre para viajar pelo mundo e a ocasião levou a bordo alguém que o conhecia muito bem. Dois meses antes, Thomas Millar havia deixado o estaleiro e se inscrito como auxiliar de convés, ele estava de volta ao navio que o ajudará a construir.

Estava chegando a hora do Titanic deixar o seu local de origem para sempre, e Thomas Andrews, agora responsável pela Harland & Wolff, reuniu o seu grupo de segurança, uma equipe de especialista para a sua viagem inaugural. Oito homens de confiança, entre eles: Roderick Chisholm, Archie Frost, Alfred Cunnincham. A presença de Thomas Millar parecia ser uma feliz coincidência e ele se despediu de seus filhos. Archie Frost tinha certeza de que seria promovido na volta e o trabalho de Alfred também foi premiado, ele foi escolhido como aprendiz do ano, seu futuro estava garantido.



Continua...

3 comentários:

Luiz Felipe disse...

esse doc eh MARA *-*
adorei o texto

:)

Victor disse...

Pierre burro e ganancioso, affff

Daniel disse...

esse Pierre eh um maior vacilão afff