sexta-feira, março 05, 2010

NAVIOS DA WHITE STAR (1903)

Durante este mês, iremos colocar o restante da relação dos navios da White Star Line. Para rever a relação dos navios da White Star (1863-1900) clique aqui. Apesar de poucas informações e em alguns casos a não existência de fotos, esperamos trazer em cada post, um pouco mais da história naval desta companhia.


ARABIC
Construção: 1903
Toneladas: 15.801
Segundo navio da companhia a ter o mesmo nome (Arabic 1881) sem o seqüencial 2. Foi torpedeado e afundado em 1915 ao largo da Irlanda, ocorreu à perda de 44 vidas.


BELGIC
Construção: 1903
Toneladas: 9.748
Terceiro navio da companhia a ter o mesmo nome (Belgic 1874 e Belgic 1885) sem o seqüencial 3. Ex-navio Mississippi da Atlantic Transport Line, transferido em 1911 para a Red Star Line, e renomeado Belgic. Em 1913 recebeu o nome de Samland.


IONIC
Construção: 1903
Toneladas: 12.352
Segundo navio da companhia a ter o mesmo nome (Ionic 1883) sem o seqüencial 2. Irmão de Athenic e Corinthic. Foi originalmente construído pela Harland e Wolff, em Belfast, como navio de transporte de carne refrigerada na rota da Nova Zelândia. Foi usada como transporte de tropas na Primeira Guerra Mundial e foi o navio responsável pelo resgate da tripulação do navio francês Daisy, que havia encalhado no Grand Banks. Em 1934 foi vendida a Shaw Savill & Albion Line. Foi desmantelado em 1936.


REPUBLIC
Construção: 1903
Toneladas: 15.378
Segundo navio da companhia a ter o mesmo nome (Republic 1871) sem o seqüencial 2. Um dos dois verdadeiros “navio tesouro” da White Star Line (sendo o outro Laurentic). O Republic foi originalmente construído para a Dominion Line e recebeu o nome de Columbus. Depois de apenas duas viagens foi vendido para a White Star e renomeado para Republic. Em 23 de janeiro de 1909 deixou Nova York com destino a Nápoles, Itália. Ao passar por Nantucket, uma névoa densa de repente abateu ironicamente pelo Italian liner, Florida. Foi atingido a meia nau a bombordo e a sala de máquinas começou a inundar imediatamente. Equipado com uma primeira versão da rádio Marconi 1,5 watt sem fio, o Republic tornou-se o primeiro navio da história marítima a usar o novo pedido de socorro SOS. Um de seus navios irmãos da White Star Line, o Baltic, reconheceu o chamado e veio para ajudar, o U.S. Coast Guard Cutter que estava nos arredores também respondeu. A tripulação do U.S. Coast Guard Cutter embarcou no Republic e tentou retardar sua inundação, com tapetes de colisão. A transferência de passageiros, uma ousadia "no mar", teve lugar e 1.600 passageiros, que foram distribuídos entre o Cutter e o Baltic. Apenas 4 vidas foram perdidas. Na manhã seguinte o Republic afundou-se tornando-se o maior navio até à data a ser perdido no mar. A White Star Line recebeu uma compensação após processar o Lloyd Italiano Line que ganhou um terno de negligência. Boatos foram espalhados de que o Republic levava a folha de pagamento de U$ 265.000 da U.S. Navy à U.S. Navy Atlantic Fleet em Gibraltar, um montante que hoje seria próximo ao valor de US$ 6 milhões. Outro rumor a respeito da carga do Republic é de que estaria transportando um carregamento secreto das recém-cunhadas American Eagle, moedas de ouro que poderia ter um valor atual entre U$ 400 milhões e U$1,6 bilhões de dólares dependendo do seu estado atual de conservação. O local do naufrágio foi descoberto em 1981. Até a presente data nada foi recuperado pelo que se sabe.

3 comentários:

Luiz Felipe disse...

nussa a historia do republic foi a maior ate agora. fiquei ate sonhando com essas moedas de ouro *-*

se achassemos era um passo pra faser o Titanic 2 :)

Daniel disse...

preciso sair urgente!!!!!

tenho q programar a expedição ate o Republic e resgatar esta fortuna =D

fodastica a historia dele

Victor disse...

grande navio esse republic =D