domingo, outubro 02, 2005

DNA IDENTIFICA CRIANÇA QUE MORREU NO TITANIC

Foi preciso esperar 90 anos, usar a mais avançada tecnologia de DNA e contar com a ajuda de uma equipe de documentaristas para que a "criança desconhecida" que morreu no naufrágio do Titanic fosse finalmente identificada. O mistério permanecia desde 1912, quando a tripulação do navio de resgate canadense Mackay-Bennett encontrou o corpo de um bebê de cabelos claros, poucos dias depois do desastre com o transatlântico. Especialistas determinaram que se trata de Eino Viljami Panula, que tinha 13 meses de idade no dia 15 de abril de 1912, quando o naufrágio ocorreu. Sua mãe e quatro irmãos, todos finlandeses, também morreram no acidente.
-
Como o menino não foi identificado, os tripulantes decidiram levar o corpo para Halifax e pagar por um enterro digno. O pequeno caixão foi sepultado em uma colina no cemitério Fairview Lawn, junto com outras 120 vítimas. A lápide, que atrai a atenção de muitos visitantes, diz simplesmente "criança desconhecida".
-
Parentes do menino foram a Halifax para visitar o túmulo. Magda Schleifer, 68, disse que sempre soube que seu primo de segundo grau havia morrido no naufrágio, mas para ela a sensação de perda se tornou mais real a partir do resultado dos exames de sangue.

4 comentários:

Carlos (SkyMan's) disse...

É a vida...

Mário disse...

E só foi descoberto porque o osso que escapou ficou coberto pela placa de bronze que assim conservou o pedaço vital para marcar uma nova página no Titanic.

Anônimo disse...

que triste esta história da criança desconhecida! eu simplismente fique imaginando comoseria a sua vida se tivesse sobrevivido ao naufrágil; como seria viver sem os seus pais. abraços a todos.

Anônimo disse...

Isso que acomteceu com o titanic me marcou muito quando vi o filme me emocionei muito ao ler a descrisão do ocorido Deus Abemsoe as pessoa que tiveram uma morte dessa um beijos para que moreram no asidente deus os acompanhe eles BJS