quarta-feira, outubro 05, 2005

TITANIC O NAUFRÁGIO – LEO MARRIOTT

Hoje estou sem paciência pra pensar em alguma coisa pra colocar no post, meus pensamentos estão a mil, então estou indicando este livro excepcional sobre o Titanic. Ele é rico em fotos e casos, uma verdadeira biografia do navio. Segue abaixo uma pequena resenha do livro:
-
Nenhum outro desastre na história pode ser evocado tão facilmente, pela menção de uma única palavra, como a dramática perda do Titanic na noite de 14 para 15 de abril de 1912, durante sua viagem inaugural, partindo da Inglaterra com destino aos Estados Unidos. Na época, o Titanic era um dos maiores e mais luxuosos navios de transporte de passageiros jamais construído e havia incorporado as mais modernas é sofisticadas técnicas de planejamento industrial e de construção naval.
-
Das 2.235 pessoas a bordo - entre passageiros e tripulantes – 1.522 morreram: um recorde assustador que permaneceu imbatível até a década de 1980. Por toda parte, circularam histórias de incidentes associados ao naufrágio, desde cenas de pânico e egoísmo a episódios de coragem e auto-sacrifício, afora a tão citada imagem da orquestra que não parou de tocar músicas populares enquanto o gigantesco vapor deslizava lentamente para o fundo do mar. Muito se discutiu - e a controvérsia persiste, ainda hoje – a atitude dos comandantes dos navios que se encontravam nas proximidades, principalmente o do cargueiro Californian, que não tomou nenhuma iniciativa para socorrer o Titanic, limitando-se a testemunhar de longe a catástrofe. Igualmente duvidoso foi o comportamento de Bruce Ismay, presidente da White Star Line, proprietária do navio, e passageiro daquela malfadada travessia.
-
A tragédia chocou o mundo inteiro. Dos dois lados do Atlântico, as conseqüências do naufrágio atingiram famílias ricas e pobres, enlutadas pelo falecimento de parentes. Realizados os serviços fúnebres, tiveram início os inevitáveis inquéritos em Londres e em Nova York. Nas décadas seguintes, as medidas de segurança apresentadas na conclusão dos inquéritos salvaram muito mais vidas do que as que desapareceram naquela sombria noite de abril de 1912.
-
Desde o naufrágio, o mito de que o Titanic transportava uma imensa fortuna aguçou a imaginação de aventureiros e empresários, que planejaram inúmeras expedições - todas fracassadas – na tentativa de localizar os destroços e retirar os objetos que faziam parte do transatlântico. Entretanto, só em meados da década de 1980 é que se determinou o local exato em que o navio jazia. Alguns objetos foram recuperados e expostos na França e na Inglaterra, atraindo milhares de visitantes Nos últimos 80 anos houve numerosos acidentes semelhantes ao do Titanic, mas a imagem do navio, inclinando-se devagar por entre as ondas, sob o céu estrelado de uma noite de inverno, permanece como um dos momentos mais comoventes deste século.

5 comentários:

Venino disse...

ola', ontem n apareci, deu pau aqui, huahuahuahuahua
esse livro e mesmo excelente.
parabe'ns pelo belo trabalho, valew!!!!1

Mário disse...

Não conhecia esse livro acredito que seja excelente, parabéns.

TitanicVip disse...

Esse kivro deve ser Otimo!

Lucas Rubio disse...

Consegui comprá-lo, realmente muito bom e recheado de fotos. Muitas informações e documentos da época, além de fotos de ítens encontrados nos destroços. Ótimo!

Anônimo disse...

É muito bom sim, além do texto sobre a história e momentos do navio, desde a idealização, tem também fotos belíssimas. Foi um dos meus primeiros livros quando comecei a procurar e colecionar itens sobre o navio em 1998.

Taty Star.