terça-feira, outubro 11, 2005

A MALDIÇÃO DA MÚMIA

Através de séculos, as múmias têm sido figuras proeminentes da literatura popular e do cinema. No século 17, as múmias e as maldições deixadas em qualquer um que as encontrassem, serviram como história para muitas novelas góticas. Durante o século 20, as histórias associadas com as múmias continuaram, como num conto sobre o desastre do Titanic (1912) que culpava seu naufrágio, a uma múmia que estava sendo transportada pelo navio. Outra lenda envolve todas as pessoas associadas à abertura da tumba de Tutankamón, que morreram de forma sobrenatural.
-
Quando começaram os primeiros estudos sobre as múmias no início do século 19, foram examinadas aquelas que haviam sido trazidas como souvenir das viagens ao Egito pelos turistas ricos. Dentro da sociedade vitoriana, as “festas de desenrolar as múmias” viraram moda, sem nenhum remorso pela profanação destes corpos pré-cristãos. Mais infelizes foram as múmias exportadas aos Estados Unidos para serem utilizadas na indústria de papel ou ainda como contou Mark Twain, para servir de combustível para os trens.
-
Dessa forma, a imprensa passou a falar ainda mais sobre uma possível maldição ou vingança dos faraós, motivada pela declaração de Arthur Conan Doyle, o criador de Sherlock Holmes, ou do egiptólogo Arthur Wiegall, que acreditavam na tal maldição. Das mortes vinculadas com esta e outras descobertas, nasceu a idéia da maldição das múmias que, ao longo de muitos estudos, foi esclarecida com diversas teorias. Hipótese das radiações. Acredita-se que os sábios e sacerdotes egípcios conheciam o urânio e é possível que se utilizasse da radioatividade para proteger seus santuários. Inúmeros arqueólogos se queixaram de cansaço e outros deram mostras claras de problemas mentais e depressão, sintomas comuns daqueles afetados por radiação.
-
Para apoiar esta tese, há referências ao naufrágio do Titanic. Lord Canterville levava naquele navio da Inglaterra à Nova York a múmia de uma famosa pitonisa egípcia da época de Amenofis IV encontrada em Tell-el-amarna. Devido ao seu extraordinário valor e delicadeza, não se atreveram a guardá-la na parte de cargas. A presença da múmia foi relacionada a estranha conduta do capitão do barco, que fez e disse coisas estranhas no dia do naufrágio, algumas das quais foram relacionadas com o maior número de vítimas.
-
Nunca tinha ouvido falar sobre uma possível múmia a bordo do Titanic. Nunca encontrei nada sobre o sarcófago, só essa manchete de jornal e um comentário no Discovery Channel sobre múmias, onde há uma pequena nota sobre esse episódio, mas Mrs. Brown teria como talismã uma pequena estatueta Egípcia de 700 anos A.C.
Essa informação eu encontrei no livro:
TITANIC - FORTUNE & FATE – THE MARINERS´ MUSEUM – pág. 118.

11 comentários:

Diego disse...

TAH OTIMO

Mário disse...

Olá. Eu tenho a fotocopia das páginas de um livro que fala dessa múmia no Titanic mas nada mais acrescenta do que aqui foi escrito. Fico na dúvida se é facto ou mito. Mito pela extraordinariedade da história, facto pelos pormenores dessa múmia, mas eu encontrei uma vez um artigo sobre este acontecimento que desmistifica qualquer presença a bordo de uma múmia. Abraços

Venino disse...

nossa sera verdade isso?!?!?!?!?!?!?
nunca ouvi fala em mumias no Titanic?!?!?
so vc msm pra descobrir essa koisas, huahuahuahua.
bom feriadao amanha

Jonas disse...

oooieeeeee
qto tempo neh
tava em prova, legal a materia da mumia, sera verdade,

Maninha disse...

Hum, ótima matéria, mas eu nunk goxtei desse negócio de múmia, sabe como é né, elas saum meio....mortax ....ahhauhau...brinks, mas e au até acredito nesse negócio q poderia ter uma múmia no navio, mas dai dizer q ela teve algo com o naufragio, ja naum sei. Nesse navio tinha de tudo msm né!
Bjux...
Xau Alencar

gabriel disse...

bom muitos q estao lendo isso podem me chamar de supertisiozo mas eu acredito q ha relaçao entre o transporte de uma mumia e o nafragio do lendario titanic sou um arqueologo e tenho minhas crenças como a morte dos operarios q trabalharam com a remoçando do cadaver e tutankamon

Anônimo disse...

Aprendi muito

Anônimo disse...

olá eu por acaso tenho encontrado ste blog, e adorei. sobre a maldição da múmia , eu acredito e muito; não pela múmia em si. mas pelos espíritos que habitavam esses corpos quando em vida.Ex: na época de moisés, os magos e bruxos do faraó fizeram inúmeras obras de magia oculta, e ao ponto de sezafiar o proprio moisés. então o porquê não acreditar nos espíritos que acompanha as múmias do egito. abraços.

Anônimo disse...

Pessoal até ai tudo bem com relação a presença da Múmia no Titanic,mas uma pergunta não quer calar: alguém saberia me dizer se a múmia morreu afogado no naufrágio,ou teria sido resgatada juntamente com os outros sobreviventes pelo navio Carpathia?

Regis disse...

tinha um programa radio web chamado Porta oculta de gabriel veldi que relata com detalhes sobre a maldicao da mumia e o naufrágio do tititanic...

Anônimo disse...

Pois é, também já li algo a respeito, mas parece mera especulação, acho que a dona múmia embarcou sem pagar, será que alguém confiscou a passagem dela?? kkkkkkkkk

Taty Star.