sábado, maio 20, 2006

PIOR DESASTRE DEPOIS DE TITANIC

Há um grande número de desastres marinhos nas costas das Filipinas. O pior deles, em tempo de paz, foi o naufrágio da balsa Doña Paz, em 1987, após colidir com um petroleiro perto da Ilha de Mindoro. Acredita-se que mais de 4 mil pessoas tenham morrido nesse acidente.
-
O nome original da balsa era Himeyuri Mam, construída no Japão em 1963 e vendida à Sulpicio Lines em 1975. A barcaça foi vítima de um incêndio em junho de 1979 e foi condenada. Após uma reforma completa, voltou à atividade, agora rebatizada como Doña Paz.
-
No dia 20 de dezembro de 1987, quando cruzava o estreito de Tablas entre as ilhas de Marinduque e Mindoro, o Doña Paz colidiu com o Vector, que carregava 9 mil barris de petróleo e derivados. A colisão iniciou um incêndio que matou os 11 tripulantes do Vector e mais 4.375 pessoas do Doña Paz, das quais mil eram crianças. Nenhum dos 58 tripulantes da balsa sobreviveu. O fogo foi tão intenso, que tudo foi destruído. Apenas 275 corpos foram encontrados nas praias. Vinte e quatro pessoas sobreviveram, provavelmente por ter conseguido nadar sob a água para longe da superfície flamejante. As autoridades locais confirmaram posteriormente que a tripulação do Vector não tinha qualificação profissional e que a licença do barco estava vencida.
-
Aviões da Força Aérea dos Estados Unidos sobrevoaram o local do acidente nos dias posteriores. A intensidade do fogo foi tão avassaladora que os pilotos e os instrumentos quase não registraram sinais do naufrágio.

Um comentário:

Mario disse...

Tenho seguido atentamente os posts de naufrágios, e obrigado pelo documento dos naufragios daquela revista. =)