quarta-feira, novembro 02, 2005

A TRINITY HOUSE

Fundada em 1514, sob o patrocínio de Enrique VIII, a Trinity House é uma organização marítima que se ocupa da segurança da navegação e do bem-estar dos marinheiros. Depende dela a manutenção dos faróis, dos navios da guarda-costeira, dos canais e das bóias das águas da Inglaterra, Gales, ilhas do Canal e Gibraltar. Além disso, a Trinity House também é responsável pelos sistemas de rádionavegação instalados ao longo das costas britânicas. Integrados à eletrônica através de sinais visuais e acústicos, tais sistemas garantem grande precisão e maior segurança em águas bastante navegadas, como a Mancha, muitas vezes encoberta por névoa. Desde 1910, quando pela primeira vez um farol foi aceso automaticamente por meio de uma célula fotoelétrica e de gás acetileno, a Trinity House passou a automatizar todos os faróis sob seus cuidados. Em 1998, cumprindo um projeto aprovado em 1980, a organização começou a eliminar a figura romântica do guardião do farol. Atualmente, os faróis ingleses distantes da costa, como Wolf Rock, ou o Eddystone, funcionam com energia solar e são acesos e desligados automaticamente. Esse automatismo, entretanto, é controlado com a ajuda de um rádio, em uma central de onde os técnicos podem sair imediatamente com um helicóptero para consertá-los. A pilotagem dos portos ingleses também depende da Trinity House. Essa organização é igualmente um excelente instituto náutico, que prepara os futuros oficiais de convés e de máquinas. Nela, os cadetes alternam períodos de estudo e períodos a bordo dos navios da corporação, de forma que, depois de quatro anos, saem com o título de oficial da Marinha Mercante. Como uma das preocupações dos fundadores era o bem-estar dos marinheiros, a organização dispõe também de dezenove asilos para aposentados, o mais famoso deles fica em Deptford, além de ajudar as famílias dos marinheiros em dificuldades.

FOTO: Pintura de uma das salas de reuniões dos membros da Trinity House. Para uma potência naval como a Grã-Bretanha, a fundação dessa instituição pode ser considerada um ato de justiça. Ainda hoje sua contribuição à segurança da navegação em águas inglesas continua sendo de grande importância.

Um comentário:

Diego disse...

Parabéns!!

Ótimo o post!!

PARABÉNS... O BLOG TAH OTIMO!!

EH D+++!!

TCHAU!!